New
Art
City
Virtual Art Space
Help icon

Catalog view is the alternative 2D representation of our 3D virtual art space. This page is friendly to assistive technologies and does not include decorative elements used in the 3D gallery.

Catalog:

Tropical Meridional Fiction - Juno Rain

Opened March 25th, 2021 View 3D Gallery
Poster image for Tropical Meridional Fiction - Juno Rain

Statement:

Juno Rain (Porto Alegre - Brazil), non-binary, is curious about the arts and words, always looking for a way to connect poem and image in dialogue with their subjectivity. Before looking at the world, looks at themself and searches for inspiration in this abyss to see society through its cracks, expressing these multiple meanings through lines, images, and poems that best manifest all the possibilities of being a dissident body.

Juno Rain (n.1994, Porto Alegre) é não binário, curioso das artes e das palavras, busca sempre uma forma de conectar poema e imagem que dialogue com sua subjetividade. Antes de olhar para o mundo, olha para si e busca nesse abismo inspirações para enxergar a sociedade através de suas rachaduras, expressando esses múltiplos sentidos por meio de traços, imagens, e poemas que melhor manifestem todas as possibilidades de ser de um corpo dissidente.

Artworks in this space:

⚧ Archangel ⚧

Juno Rain

⚧️ Archangel ⚧️ (2021) - Work produced through the Archangel's acceptance poem, the action of looking back to see yourself in your own body - never denying, always transforming. A dissident body is never born knowing that it is a dissident body: it perceives, in the course of its (trans) formation, that something does not hit, something does not close, something is not correct. Unlike other bodies, it does not conform, it does not fit. The dissident body is almost always allusion to the extraterrestrial body - that which society is not yet prepared to deal with, that which society does not admit to exist. Extraterrestrials, like Angels, confound people's imagination - so far, so close, but never present - those who are in the word, but never sit at the table with the family. Archangel brings transformation in the midst of memories of the past, photos and moments that no longer dialogue with they being, but that were a fundamental part of they formation, while undressing past expectations and social contracts, breaking with the past without denying it: the encounter of emotion through the act of finally letting go to be able to be. ⚧️ Archangel ⚧️ (2021) - Trabalho produzido por meio do poema de aceitação de Arcanjo, a ação de olhar para trás para se enxergar em seu próprio corpo - nunca negando, sempre transformando. Um corpo dissidente nunca nasce sabendo que é um corpo dissidente: ele percebe, no decorrer de sua (trans)formação, que algo não bate, algo não fecha, algo não está correto. Ao contrário de outros corpos, ele não se conforma, ele não se encaixa. O corpo dissidente é quase sempre aquela alusão ao corpo extraterrestre - aquilo que a sociedade ainda não está preparada para lidar, aquilo que a sociedade não admite que existe. Extraterrestres, assim como Anjos, se confundem ao imaginário das pessoas - tão longe, tão perto, mas nunca presente -, aqueles que estão na palavra, mas nunca se sentam à mesa com a família. Arcanjo traz transformação em meio a recordações do passado, fotos e momentos que já não dialogam com seu ser, mas que fizeram parte fundamental de sua formação, enquanto se despe de expectativas e contratos sociais passados, rompendo com seu passado sem negá-lo: o encontro da emoção através do ato de finalmente se deixar ir para poder ser.

⚧ Archangel ⚧

Juno Rain